+55 (11) 3130 6975 | +55 (11) 95481 6647

Recolocação Profissional

Como funciona a Recolocação Profissional
19/08/2019

Como funciona a Recolocação Profissional

Como funciona a recolocaçao profissional

Neste artigo vamos explorar mais um dos termos importantíssimos e indispensáveis do mercado de trabalho atual, que está dentro do tema de recolocação e transição profissional: Afinal, como funciona a recolocação profissional?

A recolocação profissional é o processo de retorno de um profissional ao mercado de trabalho, seja para encontrar um novo emprego após um desligamento ou então para fazer uma movimentação de carreira devido à insatisfação - por diversos motivos - do emprego atual.

Existem dois motivos básicos pelos quais um profissional busca por uma recolocação: a primeira hipótese é que ele foi desligado de sua empresa e está de volta ao mercado após um desligamento ou então ele está empregado, mas busca melhores oportunidades e não está satisfeito com o emprego atual.

Os profissionais que estão atualmente desempregados podem ter sido desligados por diversos motivos, como:
 

  • crise e instabilidade econômica global ou local;
  • corte de gastos na empresa;
  • planejamento estratégico e financeiro falho;
  • alteração ou cancelamento de projetos;
  • mudança de metas e objetivos da empresa;
  • baixa performance ou inadequação com a cultura atual ou futura da empresa.


Estes citados acima, acabam voltando ao mercado de trabalho de forma involuntária e precisam recorrer o mais rápido possível à recolocação profissional, mas não quer dizer que esta fase precisa ser necessariamente uma etapa ruim da carreira do profissional, muito pelo contrário, pode ser um bom momento para rever sua carreira e posicionamento profissional e uma forma de redesenhar seus objetivos.

Agora, considerando a segunda hipótese, após algum tempo empregados no mercado de trabalho, profissionais de diferentes áreas e níveis hierárquicos correm o risco parar de crescer dentro da atual empresa, ou mudam seus objetivos profissionais e acabam insatisfeitos com as suas respectivas carreiras, por isso desejam “mudar os ares”, o que é totalmente normal e pode acontecer por vários motivos, como:
 

  • insatisfação com salário atual;
  • falta de motivação e novos desafios;
  • busca de melhores benefícios;
  • incompatibilidade com a liderança;
  • busca de melhora na qualidade de vida com um lugar mais próximo de sua moradia;
  • não concordância com as atividades propostas no emprego;
  • novos projetos que não estão de acordo com seus objetivos de carreira;
  • promessas vindas da gestão que não foram cumpidas.

Se a sua situação se enquadra em qualquer uma destas citadas acima, é recomendado que você inicie o seu processo de recolocação profissional.

Você é um profissional que está pensando em mudar de emprego mas está ponderando suas opções enquanto mantém o serviço atual? Então sem dúvidas deve estar imaginando o que mais deve considerar antes de buscar no mercado de uma oportunidade melhor.

Existem profissionais que pela pressa, acabam se recolocando na primeira oportunidade que aparece, e não na melhor oportunidade para sua carreira e o resultado no médio prazo será o mesmo: descontentamento com o emprego.  Por isso, reflita sobre o tipo de empresa e oportunidade que você está buscando para não fazer parte dos 90% dos brasileiros que estão infelizes com seus trabalhos atuais.
 

O que levar em consideração antes de passar por uma recolocação profissional

Sabemos que quem está desempregado já entra em fase de recolocação automaticamente, pois precisa voltar ao mercado no mercado as soon as possible.

Entretanto, até mesmo estes que estão buscando recolocação de forma mais urgente precisam fazer reflexões antes de sair “disparando currículos” em todas as oportunidades do mercado. Não é porque existe a urgência que deve-se aceitar a primeira oportunidade que receber, afinal, você tem uma reputação e histórico de carreira para manter e estes podem ficar enfraquecidos com experiências que destoam de todo o resto das suas experiências.

Antes de tomar qualquer atitude, analise de verdade a sua situação e faça as considerações abaixo:
 

  • Planos futuros e posição financeira atual

É essencial a análise da sua posição financeira: você está em um ponto confortável que te permite avaliar muitas opções do mercado e aguardar pela posição que está mais adequada aos seus interesses? Ou você está em uma fase de emergência e precisa o mais rápido possível de uma oportunidade, para retomar sua situação financeira?

Imagine ainda quais são seus planos futuros pessoais e principalmente os profissionais, afinal, você quer entrar em uma empresa com o mesmo nível da sua última ou quer dar um upgrade na carreira e ir além, adentrando empresas de maior porte (multinacionais) e de segmentos diferentes?

Nesta reflexão, é importante frisar ainda a importância de manter educação financeira e também uma reserva emergência. Através destes, você terá mais liberdade para fazer mudanças na sua vida profissional de forma mais segura e com a garantia de ter dinheiro guardado para manter a situação enquanto você busca sua transição e recolocação.
 

  • Objetivos e metas de carreira

Você está já há quantos anos em um mesmo cargo? Já foi líder alguma vez ou pretende ser? Quer continuar no mesmo segmento de mercado ou quer explorar novos ambientes e aceitar desafios diferentes dos anteriores?

Nós brasileiros iniciamos no mercado de trabalho muito precocemente, o que pode levar à breve insatisfação profissional e constantes movimentações entre empresas e oportunidades, principalmente no início da carreira. Por isso, não deixe de fazer esta consideração e responda às perguntas acima para iniciar seu plano de recolocação profissional de acordo com seus maiores objetivos.

Após levar em consideração todos os pontos citados e colocar na balança os prós e contras de uma recolocação profissional, você deve estar imaginando: certo, quero me recolocar no mercado, quais são os próximos passos?
 

Quero me recolocar no mercado, e agora?

Para se recolocar no mercado, os profissionais atuais buscam a assessoria de uma consultoria de recolocação profissional, pois este tipo de serviço caminha junto com o profissional desde o início do processo, através do mapeamento de empresas aderentes e o mais importante, no direcionamento do profissional e na divulgação de seu perfil para o mercado.

Assessorias de recolocação profissional que são consolidadas no mercado, como a driverh, são especializadas em todos os passos que uma recolocação profissional exige, atuando de forma transparente, rápida e com qualidade, através de apoio personalizado desde o primeiro atendimento.

Com uma metodologia orientada à resultados, aumentamos a visibilidade do perfil do assessorado no mercado de trabalho, e para isso, a assessoria passa por várias etapas muito bem definidas, como:

Como funciona a recolocação profissional: entenda as fases
 

  • Preparação

Para que você alcance seus objetivos de carreira, por mais distante que eles parecem estar neste momento, você precisa ter disciplina e se preparar de várias formas.

Primeiro, você precisa estar ciente que em algum momento enviará currículos, participará de processos seletivos, de entrevistas e também terá seu perfil avaliado por diversos tipos de profissionais, cada um com um nível de senioridade e histórico profissional individual.

Então prepare-se! Não fique parado contando apenas com as suas skills atuais: busque cursos para melhorar os seus pontos fortes e também seus pontos fracos, treine respostas para as perguntas-chave de entrevistas, analise o mercado de trabalho e as novas tendências, pesquise mais sobre seu segmento e as atribuições do cargo que você busca trabalhar, faça melhorias em seu posicionamento profissional e o mais importante: atualize seu currículo com profissionalismo.

A regra é clara: não fique parado e se prepare ao máximo para seu período de recolocação profissional. Lembrando que você não precisa passar por esta fase sem suporte especializado, busque uma consultoria para recolocação profissional, como a driverh.
 

  • Ação

Se você está desempregado e quer uma recolocação, você não deve simplesmente esperar a oportunidade dos sonhos cair nos seus braços através de um contato no Linkedin, ligação ou e-mail.

Nós indicamos fortemente que você estipule uma rotina fixa e diária durante todo seu processo de recolocação, independente se você ainda está trabalhando em outra empresa ou está desempregado.

Desenhe uma rotina para ser cumprida com disciplina durante todos os dias, como:
 

  • Inicie o dia pesquisando por vagas e aumentando sua rede de networking qualificado (através do Linkedin por exemplo);
  • Cadastre seu Currículo tanto no site das empresas que você tem interesse em trabalhar, como nas vagas que você encontrar em sua busca;
  • Durante a tarde, você pode se dedicar a fazer cursos que vão aprimorar as suas habilidades;
  • Em seguida, foque em suas habilidade e treine sempre que possível o seu speech de entrevistas.
  • Pesquise tendências do seu mercado e notícias do dia. Se atualize frequentemente sobre a realidade e tendências para seu segmento.


Este é um exemplo simples de uma rotina que pode ser seguida todos os dias durante seu período de recolocação, entretanto, uma assessoria de recolocação profissional pode profissionalizar cada etapa e o mais importante: a assessoria já tem sua rede de networking bem estabelecida, e utilizará da mesma para indicar o seu perfil para as vagas e empresas que você tem interesse.

Além disso, você terá acesso a especialistas em entrevistas que treinarão você de acordo com cada processo seletivo que você participar - todas as preparações para entrevistas são personalizadas e você terá um consultor único para te dar todo o suporte que você possa precisar durante seu período de recolocação com a assessoria.

Citamos as duas principais etapas de uma recolocação profissional mas é importante reforçar: os serviços de uma assessoria para recolocação profissional são totalmente focados em resultados e em aumentar a visibilidade de seu perfil no mercado, portanto, cada parte destas etapas pode ser profissionalizado.

Uma empresa que oferece esta assessoria pode ajudar muito na fase de recolocação profissional, principalmente se o seu foco for nas melhores oportunidades e empresa do mercado.

Entenda como uma assessoria para recolocação profissional pode te ajudar
Para superar todos os desafios da recolocação profissional aqui citados, os profissionais do mercado buscam cada vez mais o suporte e assessoria de empresas que prestam esse serviço de apoio durante a recolocação profissional.

A driverh é uma das melhores consultoria de recolocação do Brasil, com centenas de cases de sucesso em todos os anos. Confira alguns depoimentos enviados pelos assessorados da driverh e entenda através de um call agendado como nossos serviços podem gerar resultados concretos para sua recolocação no mercado.

Compartilhar:

Últimos artigos

Recolocação Profissional

Recolocação Profissional de Gerentes

Recolocação Profissional

Como contratar os serviços de Jobhunter

Outplacement

O que é Outplacement?

Recolocação Profissional

Modelo de carta de apresentação

Recolocação Profissional

6 erros fatais que reprovam nas entrevistas

Recolocação Profissional

Dicas para entrevista de gestor

Recolocação Profissional

Qual é o seu ponto forte? Como responder

Recolocação Profissional

Como ser aprovado na entrevista final

Recolocação Profissional

Como criar uma rede de networking

Recolocação Profissional

Como usar o Linkedin para procurar emprego

Recolocação Profissional

Dicas para um currículo perfeito

Recolocação Profissional

Os melhores sites de vagas de emprego

Recolocação Profissional

Como funciona um processo seletivo

Recolocação Profissional

Como procurar emprego da forma correta

Recolocação Profissional

Vagas confidenciais: como funcionam?

Recolocação Profissional

Fiquei desempregado, e agora?

Recolocação Profissional

Como ser encontrado por headhunters